Cânion do Funil – Bom Jardim da Serra / SC

    Bom Jardim da Serra é rica em beleza cênica, com cachoeiras, infinitos pomares de macieiras, imponentes araucárias, estradas bucólicas e os mais maravilhosos cânions catarinenses. Dentre eles, o Cânion do Funil. Para chegar até ele, uma dica é subir ou descer a sinuosa rodovia SC-390 que, ao longo de seus 12 km de curvas fechadas, se tem de um lado um penhasco e a vista para o próprio morro da serra e, do outro, paredões de rochas cobertos de mata com alguns fios de água correndo (que costumam congelar nos dias muito frios) e alguns mirantes ao longo do caminho, sendo o mirante principal o que fica no cume da serra, ao lado da PRF, de onde é possível enxergar a dimensão e as curvas da estrada.
O mais belo Cânion de SC, o Cânion do Funil, fica a cerca de 4km do Mirante da Serra do Rio do Rastro, na rodovia SC 390, indo em direção à cidade. O Cânion foi batizado como FUNIL, devido a uma formação rochosa cujo formato lembra um gigantesco funil. Possui penhascos imensos de mais de 500m e o ponto mais alto do Cânion tem 1.590 metros.
Para chegar às bordas do cânion é necessário percorrer cerca de 7km, podendo ser feito a pé, de bicicleta, de 4×4 ou de quadriciclo. Ah! De helicóptero também é possível. Além de uma trilha bate e volta, para quem curte um acampamento selvagem, também é possível acampar próximo às bordas e vivenciar uma experiência incrível, contemplando o amanhecer, quando o Astro Rei desponta no Horizonte. Lembrando que o local não possui infraestrutura para camping, não têm banheiros, água encanada ou algo por perto. Os veículos são deixados estacionados dentro da propriedade (há uma porteira, que é aberta pelo proprietário mediante agendamento e pagamento de taxa).
Caso a opção seja ir caminhando até o às bordas do Cânion do Funil, lembre-se de usar um calçado fechado, levar água, lanche, além de protetor solar. A estrada até a borda possui muitos trechos com pedras soltas, áreas enlameadas e um pequeno aclive, porém é tranquila, sem muitas dificuldades e de uma beleza surreal. Tenha cuidado ao ficar próximo da borda do cânion, pois não há guarda-corpo e costuma soprar ventos bem fortes.

Importante

Viração: a viração trata-se de uma densa neblina que surge de forma muito rápida e afeta a visibilidade. Caminhar pela borda dos cânions durante a viração é muito perigoso, sendo que a mesma pode surgir a qualquer momento. Indicamos, nesses casos, que você sente e espere a viração passar por motivos de segurança, caso você esteja próximo às bordas do cânion.

Calçados: faça uso de botas de trilha ou tênis com boas garras e de fácil escoamento, pois no caminho há charcos, onde você pode molhar o calçado. Leve um calçado reserva no carro para trocar ao final da trilha.

Segurança: leve lanterna, apito, água e comida extra. Por ser uma região fria, leve agasalho e um cobertor de alumínio para uma eventual situação de emergência.

Taxa de visitação: o local fica em propriedade particular e é cobrada uma taxa de entrada. Assim, respeite a comunidade local e não entre sem permissão.

Guias: a contratação de condutores não é obrigatória, mas recomendamos como forma de incentivar o turismo local e também garantir o cuidado e preservação do meio ambiente.

Bom senso: siga as regras de mínimo impacto e, principalmente, NUNCA DEIXE LIXO NA NATUREZA.

Dica!

Para passeios de 4×4, Quadriciclo, Hiking, Trekking e aluguéis de equipamentos,

contate a Soul Trip Ecoturismo no Instagram @soultripecoturismo ou via Whats (48)99185-1728.

Compartilhe:

Sobre o Autor

client-photo-1
Soul Trip
Empresa que tem alma viajante, espírito livre, e a mente focada na melhoria continua das experiências oferecidas aos clientes, e por essa razão não para de procurar treinamentos e capacitação continua para oferecer segurança e conforto, respeitando as normas estabelecidas pela ABNT, e orientações de órgãos reguladores e associações de esportes de aventura.

Comentários

Deixe uma resposta